Plano Diretor é protocolado na Câmara

por Assessoria de Imprensa publicado 16/10/2017 09h15, última modificação 16/10/2017 09h19
A proposta vai seguir os tramites da Casa, sendo discutido com a comunidade e apreciado pelos parlamentares

Na quarta-feira (11), o prefeito Guilherme Pasin protocolou o projeto de lei com a revisão do Plano Diretor junto à Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves. Esta é a última fase do processo, que iniciou em 2015. A partir de agora a proposta vai seguir os tramites da Casa, sendo discutido com a comunidade e apreciado pelos parlamentares.

A revisão do Plano Diretor passou por seis etapas, a primeira foi a leitura técnica e a proposta de lei, entregue pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Após o Conselho Municipal de Planejamento de Bento Gonçalves (Complan), realizou os encontros semanais durante o período de maio de 2016 a maio de 2017, onde foi discutido detalhes sobre a área rural. O conselho é formado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB), Associação das Empresas da Construção Civil da Região dos Vinhedos (ASCON), Associação dos Engenheiros e Arquitetos Região dos Vinhedos (AEARV), Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/BG), Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Bento Gonçalves (OAB, Conselho Regional Engenharia Arquitetura Agronomia do Rio Grande do Sul, inspetoria de Bento Gonçalves (CREA) e os Conselhos Deliberativos nos Distritos.

O próximo passo foi em setembro, quando as propostas foram apresentadas ao Fórum de Políticas Públicas, para serem analisadas e compiladas. Até chegar ao último processo de ser protocolado no Legislativo e encaminhado para apreciação dos vereadores.

Na oportunidade, o presidente da Casa, vereador Moisés Scussel Neto (PSDB) ressaltou que a discussão deve ser clara e cautelosa. “Utilizaremos o tempo necessário para analisar a revisão do Plano Diretor, vamos discutir a proposta e fazer audiências públicas com a comunidade”, explicou.

O Prefeito Guilherme Pasin disse que o processo exige a participação de todos. "Entregamos hoje o documento que será apreciado pelos vereadores. É um processo que deve ser discutido com paciência para que tenhamos o melhor resultado", afirmou.

Estiveram presentes no encontro o vice-prefeito Aido Bertuol, o diretor do IPURB e presidente do Fórum de Políticas Públicas, Vanderlei Mesquita e a presidente do COMPLAN, Melissa Bertoletti Gauer e membros do conselho, bem como o vice-presidente da Casa, vereador Eduardo Virissimo (PP), o primeiro-secretário, Rafael Pasqualotto (PP) e o segundo-secretário, Valdemir Marini (PTB), bem como os vereadores Agostinho Petroli (PMDB), Idasir dos Santos (PMDB), Jocelito Tonietto (PDT), Marcos Barbosa (PRB), Paulo Roberto Cavali (PTB), Sidinei da Silva (PPS) e Volnei Christofoli (PP).